• BELLECAVE15 15% DE DESCONTO NO CADASTRO

  • Parcele em até 3x sem juros

O seu carrinho está vazio

Continuar Comprando

parcele suas compras em até 3x no cartão

frete para o mesmo dia (consulte seu cep)

R$ 676,00 unid. 750
R$ 608,40 unid. na caixa

Vignobles Mayard Châteauneuf-du-Pape La Crau de Ma Mère Blanc
2020

França, Rhône

R$ 608,40 unid. na caixa
R$ 676,00 unid. 750
  • Branco 13.5% alc.

  • 12°C

  • Bordeaux

  • Bourboulenc, Clairette, Grenache, Picpoul, Roussanne

  • 6 meses em tanques de inox e demi-muid (barricas de 600l) usados e sobre as borras. O engarrafamento é precoce.

O que esperar desse vinho!
Seco
Doce
- Acidez
+ Acidez
- Tanino
+ Tanino
- Corpo
+ Corpo

Intenso, com frutas amarelas frescas, raspas de limão e um toque floral.

Pureza e vivacidade, excelente acidez. Um exemplo de elegância.

Peixes de mar e rio grelhados, carnes brancas, vieiras em molho cremoso, queijo de cabra fresco, embutidos.

parcele suas compras em até 3x no cartão

frete para o mesmo dia (consulte seu cep)

Um Châteauneuf-du-Pape branco que foge dos padrões da região: esse vinho é um exemplo de delicadeza, pureza e vivacidade para ao vinhos da AOP, com longo e elegante final.

Peixes de mar e rio grelhados, carnes brancas, vieiras em molho cremoso, queijo de cabra fresco, embutidos.

Vinícola Clos du Calvaire

Enólogo Françoise Roumieux

País França 

Região Rhône

Classificação: Châteauneuf-du-Pape

Fatos Interessantes Vignobles Mayard é um vinhedo familiar de 33 hectares localizado no coração da prestigiosa aldeia Châteauneuf-du-Pape. Françoise Roumieux, atual enóloga da vinícola, é a quinta geração da família a tomar conta da produção. Além da grande paixão que ela consagra ao seu trabalho, ela está extremamente empenhada no desenvolvimento da apelação e do trabalho das mulheres viticultoras num mundo tradicionalmente masculino. Ela assumiu a presidência da associação Femmes Vignes Rhône, que junta as profissionais da viticultura no Vale do Rhône.

Notas do enólogo Um vinho com elevado potencial de envelhecimento mas adequado para degustação em anos jovens pela sua frescura aromática. O nariz revela aromas a flores brancas e frutos exóticos. A boca é harmoniosa e rica, combinando gordura e frescura. Sedoso

Castas Grenache Blanc, Clairette, Roussanne, Bourboulenc, Picpoul

Contribuição da casta para a personalidade do vinho O Grenache Branco é utilizado no lote do nosso vinho branco ao qual confere riqueza, gordura e notas florai, a Clairette traz frescor e dá um vinho floral, macio e redondo, com um final amargo e fresco, a Roussanne produz vinhos elegantes com aromas de mel, damasco e espinheiro, cuja acidez proporciona um bom potencial de envelhecimento, o Bourboulenc completa o blend do nosso vinho branco com a tensão que dá, é uma casta pouco aromática que utilizamos principalmente pela sua frescura.

Idade média das videiras 30 anos

Tipo de viticultura Biodinânica

Área da propriedade 33 hectares

Área do vinhedo específico 3 hectares

Solo limo-arenoso e argilo-arenoso

Condições climáticas e seus efeitos sobre a safra Beneficiado de um clima mediterrâneo excepcional, o inverno frio e chuvoso permite que o solo se recarregue com água. O verão, por sua vez, combina sol para maturidade e concentração excepcionais que trazem açúcar, cor e taninos. O mistral, o melhor aliado do viticultor , previne as geadas agitando o ar nas parcelas, seca a vinha. após um episódio chuvoso, e retarda a propagação de doenças.

Tipo de colheita Manual

Horário da colheita Diurna

Rendimento Limitado a 5.000 garrafas 

Fatores condicionantes À medida que a época das vindimas se aproxima, passamos várias vezes nas vinhas para provar as uvas e analisá-las de forma a encontrar o momento ideal para as vindimar. Colhemos as uvas quando estão maduras e quando se atinge o equilíbrio entre a maturidade fisiológica e fenólica. Na época da colheita, os cachos são selecionados e colhidos manualmente.

Fatos vitícolas interessantes Em 1866, a propagação relâmpago da filoxera destruiu 95% da vinha. Muito poucos foram os que foram poupados, a doença identificada em França espalhou-se rapidamente por todas as vinhas, primeiro na Europa, depois em todo o mundo. A filoxera, essa pequena praga de insetos, geralmente se instala nas raízes da planta e suas picadas a matam em poucos anos. Só a combatividade de alguns permitirá, após trinta anos de esforço, a renovação da terra e o renascimento do grande vinho dos papas .O nosso antepassado Gratien " Padre Pope " replantou videira após videira todas as suas vinhas em porta-enxertos americanos, naturalmente resistentes. Em 1923, com Alphonse, a atividade do Domaine em Châteauneuf du Pape está em pleno andamento, a comercialização agora também é feita em garrafas e as exportações estão em boa forma. A partir daí, os membros da família de viticultores de Châteauneuf du Pape não param de desenvolver o Vignobles Mayard. Quase um século depois, a propriedade ocupa 43 hectares, 17 dos quais inteiros, e em 2020 produziu a primeira safra de Agricultura Biológica (AB).

Métodos de vinificação Prensagem direta com prensa pneumática, protegendo do rompimento das sementes, vinificação em tanques de inox com temperaturas controladas, entre 15° e 20°.

Amadurecimento 6 meses em tanques de inox e demi-muid (barricas de 600l) usados e sobre as borras. O engarrafamento é precoce.

Volume 750ml

Potencial de guarda até 2025

Vignobles Mayard Châteauneuf-du-Pape La Crau de Ma Mère Blanc

R$ 676,00